iTunes

Abrindo a iTunes Store.Se o iTunes não abrir, clique no ícone de aplicativo do iTunes no dock ou área de trabalho do Windows.Indicador de progresso
Abrindo a iBooks Store.Se o iBooks não abrir, clique no app iBooks em seu dock.Indicador de progresso
iTunes

O iTunes é a maneira mais fácil de organizar e aumentar sua coleção de mídia digital.

Não foi possível encontrar o iTunes no seu computador. Para ouvir uma prévia e comprar música Come On Tell Me de @artistName[?]

Já tem o iTunes? Clique em Já tenho o iTunes para abri-lo agora.

Eu tenho o iTunes Download grátis
iTunes para Mac + PC

Come On Tell Me

The Mood Swings

Abra o iTunes para ouvir prévias, comprar e baixar música.

Opinião do álbum

Minneapolis pop-punk trio the Mood Swings debut with Come on Tell Me, a near-perfect mix of bratty garage rock pouting and sweet pop melodies. Singer/guitarist Sallie Watson's voice recalls the Muffs' Kim Shattuck in her ability to switch smoothly between full-tilt rockers like "In a Pinch" and catchier tunes like the exhilarating "Hey!" and the keyboard-spiked power pop of "Stir It Up," which compare favorably to the Bangles' early garage-folk incarnation before 1980s production techniques and outside writers smothered all their originality. The punkier tunes are in more of a Ramones/Undertones '60s-update mode than the glam-metal end of the style, "Finest Line" and "Knocked Down" being the best examples here. The only qualm comes from the tinny, lo-fi production that does the songs no favors. Bassist Ashley Prenzlow in particular should be annoyed at how invisible her parts are in the mix. That aside, Come on Tell Me is an entertaining slice of unpretentious, spunky power pop.

Clientes também compraram

Come On Tell Me, The Mood Swings
Ver no iTunes

Avaliações de clientes

Não recebemos avaliações suficientes para exibir uma média para este item.