11 Músicas, 54 minutos

NOTAS DOS EDITORES

Este segundo álbum de Coldplay é baseado em delicadeza e urgência, levando o ouvinte a sentir o sangue e o suor que constitui cada faixa. A simplicidade das melodias, a flexibilidade da voz de Chris Martin e a grandiosidade dos arranjos fazem de “The Scientist” e “Clocks” hinos de resistência para o novo milênio. Enquanto “Daylight” e “Warning Sign” remete às baladas de David Bowie e Pink Floyd, “In My Place” é uma marcha em câmera lenta que parece parar o tempo.

NOTAS DOS EDITORES

Este segundo álbum de Coldplay é baseado em delicadeza e urgência, levando o ouvinte a sentir o sangue e o suor que constitui cada faixa. A simplicidade das melodias, a flexibilidade da voz de Chris Martin e a grandiosidade dos arranjos fazem de “The Scientist” e “Clocks” hinos de resistência para o novo milênio. Enquanto “Daylight” e “Warning Sign” remete às baladas de David Bowie e Pink Floyd, “In My Place” é uma marcha em câmera lenta que parece parar o tempo.

TÍTULO DURAÇÃO

Mais de Coldplay

Você também pode curtir