iTunes

Abrindo a iTunes Store.Se o iTunes não abrir, clique no ícone de aplicativo do iTunes no dock ou área de trabalho do Windows.Indicador de progresso
Abrindo a iBooks Store.Se o iBooks não abrir, clique no app iBooks em seu dock.Indicador de progresso
iTunes

O iTunes é a maneira mais fácil de organizar e aumentar sua coleção de mídia digital.

Não foi possível encontrar o iTunes no seu computador. Para baixar da iTunes Store, obtenha o iTunes agora.

Já tem o iTunes? Clique em Já tenho o iTunes para abri-lo agora.

Eu tenho o iTunes Download grátis

Confesso que perdi

Memórias

Este livro pode ser baixado e lido no iBooks em seu Mac ou dispositivo iOS.

Descrição

Experiências marcantes e grandes personagens da sociedade brasileira contemporânea rememoradas com paixão, bom-humor e uma inescapável sensação de derrota.

"É um belo pedaço da história do presente." - Revista Veja

Em quase cinquenta anos de atuação como jornalista, Juca Kfouri acompanhou de perto, como observador ou participante (e muitas vezes as duas coisas), experiências fundamentais do mundo da política, da cultura e do esporte. O saldo é uma inescapável sensação de derrota, compartilhada nas memórias que o autor registra em Confesso que perdi.
Juca cobriu todas as Copas do Mundo desde 1982, e já havia participado indiretamente da cobertura das Copas de 1970, 1974 e 1978. À frente da revista Placar, foi responsável por desvendar e denunciar a chamada “máfia da loteria esportiva”, e por memoráveis capas como a que trazia seu amigo Sócrates posando como “O pensador”, de Rodin.
Na Playboy, revista que também dirigiu, Juca publicou entrevistas e reportagens notáveis, como a que revelou a identidade do desenhista Carlos Zéfiro, um segredo que durava mais de trinta anos: tratava-se do funcionário público Alcides Caminha, parceiro de Nelson Cavaquinho e Guilherme de Brito.
Tendo se oposto à construção do Itaquerão, o corintiano Juca estava no meio da torcida na fatídica noite de 1977, quando o time quebrou o jejum de mais de vinte anos sem títulos. “Não sei como, fui parar no gramado do Morumbi, com uma bandeira na mão, bandeira que não levara ao estádio e não me recordo de ter comprado”, lembra, sem lembrar. É com a sinceridade de quem sabe que a memória é traidora que o autor nos oferece essas deliciosas confissões de derrota.

Confesso que perdi
Ver no iTunes
  • USD 9.99
  • Disponível no iPhone, iPad, iPod touch e Mac.
  • Categoria: Biografias e memórias
  • Publicado: 28/09/2017
  • Editora: Companhia das Letras
  • Vendedor: Bookwire Brazil Distribuicao LTDA.
  • Páginas impressas: 248 páginas
  • Idioma: Português
  • Requisitos: Para visualizar este livro, você deve ter um dispositivo iOS com iBooks 1.3.1 ou posterior e iOS 4.3.3 ou posterior, ou um Mac com iBooks 1.0 ou posterior e OS X 10.9 ou posterior.

Avaliações de clientes

Não recebemos avaliações suficientes para exibir uma média para este item.