iTunes

Abrindo a iTunes Store.Se o iTunes não abrir, clique no ícone de aplicativo do iTunes no dock ou área de trabalho do Windows.Indicador de progresso
Abrindo o Apple Books.Se o Apple Books não abrir, clique no app Livros no seu Dock.Indicador de progresso
iTunes

O iTunes é a maneira mais fácil de organizar e aumentar sua coleção de mídia digital.

Não foi possível encontrar o iTunes no seu computador. Para baixar da iTunes Store, obtenha o iTunes agora.

Já tem o iTunes? Clique em Já tenho o iTunes para abri-lo agora.

Eu tenho o iTunes Download grátis

Cultura Política Comparada

Democracia e Mudanças Econômicas: Brasil, Argentina e Chile

Este livro pode ser baixado e lido no Apple Books no seu Mac ou dispositivo iOS.

Descrição

Os processos de transição democrática de Brasil, Argentina e Chile foram distintos em intensidade e velocidade. No Brasil houve uma transição pactuada e a repressão não foi tão sangrenta como nos demais países. Por outro lado, o “milagre econômico” ofuscou a repressão e a falta de liberdades. Desta forma, se espera que os brasileiros tenham uma maior nostalgia da ditadura e uma postura mais autoritária porque o período militar é sentido como negativo. O Chile, por sua vez, viu, durante a ditadura Pinochet, um crescimento econômico considerado exemplar, que seria um contraponto ao suposto caos econômico do final do governo Allende. Por outro lado, os chilenos parecem querer esquecer o período militar, mesmo tendo sido um dos mais sanguinários da América Latina, em um fenômeno que Moulian (1997) chamou de blanqueo, ou seja, um branqueamento da memória e a construção de um consenso hegemônico em torno do sucesso das medidas neoliberais. Desta forma, mesmo que a história política do Chile indique a cultura política de chilenos tenda a ser mais democrática, os fenômenos acima podem ter influenciado no sentido de um aumento na postura autoritária de chilenos e em uma certa nostalgia da ditadura. Já em relação à Argentina, a ruptura com a ditadura, coerente com a cultura política do país, foi drástica, com ulteriores reflexos na negação do regime militar e na permanente tentativa de punição dos culpados. Não se espera de um argentino uma posição de conformismo ou de esquecimento do passado. Mesmo que a história da Argentina seja permeada por uma série de golpes militares e a organização do Estado se tenha dado pela construção de uma ordem conservadora, os argentinos não parecem perdoar os militares por seus atos. Assim, espera-se que os argentinos possuam a menor nostalgia da ditadura e uma postura menos autoritária em comparação aos dois outros países.

Cultura Política Comparada
Ver no iTunes
  • R$ 37,90
  • Disponível no iPhone, iPad, iPod touch e Mac.
  • Categoria: Política e atualidades
  • Publicado: 15/09/2015
  • Editora: Verbena
  • Vendedor: ACD LIVROS DIGITAIS LTDA
  • Páginas impressas: 140 páginas
  • Idioma: Português
  • Requisitos: Este livro só pode ser visualizado em um dispositivo iOS com Apple Books e iOS 12 ou posterior ou com iBooks 1.3.1 ou posterior e iOS 4.3.3 ou posterior, ou ainda em um Mac com iBooks 1.0 ou posterior e OS X 10.9 ou posterior.

Avaliações de clientes

Não recebemos avaliações suficientes para exibir uma média para este item.