iTunes

Abrindo a iTunes Store.Se o iTunes não abrir, clique no ícone de aplicativo do iTunes no dock ou área de trabalho do Windows.Indicador de progresso
Abrindo a iBooks Store.Se o iBooks não abrir, clique no app iBooks em seu dock.Indicador de progresso
iTunes

O iTunes é a maneira mais fácil de organizar e aumentar sua coleção de mídia digital.

Não foi possível encontrar o iTunes no seu computador. Para baixar da iTunes Store, obtenha o iTunes agora.

Já tem o iTunes? Clique em Já tenho o iTunes para abri-lo agora.

Eu tenho o iTunes Download grátis
iTunes para Mac + PC

O ano inteiro, o outro ano e o outro

2012-2016

Este livro está disponível para download com o iBooks no seu Mac ou dispositivo iOS, e em seu computador com iTunes. Os livros podem ser lidos com iBooks no seu Mac ou dispositivo iOS.

Descrição

Coerindo com o percurso iniciado em Transdialogia (2012, Oficina Raquel) e Segundo Movimento (2014, OR), Fernando Miranda nos apresenta aqui uma escrita essencialmente anti-monumental. O autor não escreve pièces d'occasion, mas poemas ocasionados – seja por encontros em carne-e-osso, seja mediados; próximos, ou à distância. Que o leitor não teime, apressado, em tomá-los por eventualidades: se seus escritos, não excluindo daí os contos de Daquilo que Edifica (Substânsia, 2015), têm nascedouro perplexo na experiência da contingência, daquilo, isto é, que poderia ter sido de outra maneira, eles também extraem daquela origem, qual feto faminto, o opulento viço de uma práxis pessoal. O escritor romântico alemão Jean Paul dizia que livros são cartas espessas endereçadas a amigos; todos os detalhes, as impressões, memórias ou reflexões trabalhadas nos versos e nas notas de diário em O ano inteiro, o outro ano, e o outro são dirigidas nominalmente a alguém. O leitor é, assim, inundado por mensagens que devem ser desarraigadas do solo experiencial que lhes serve de contextura e que, em seu conjunto, tramam a urdidura poética de uma vida que se sabe nem maior, nem menor, que a poesia, mas uma coisa sem nome nem medida. Daí que o interesse específico que suscita a leitura destes poemas não resulta (ainda bem!) dos detalhes da biografia do autor, mas sim de sua relação tensional com o fortuito, o contingente, o permanente e o necessário. Tensão constitutiva – como escreve o autor em O homem, peça-chave do livro, “De cá fica./De cá nada resta” –, a partir da qual o autor busca captar, em versos cuidadosamente construídos com uma sintaxe não raro oblíqua, aquilo que faz da vida a vida.

O ano inteiro, o outro ano e o outro
Ver no iTunes
  • USD 5.99
  • Disponível no iPhone, iPad, iPod touch e Mac.
  • Categoria: Crítica literária
  • Publicado: 25/04/2017
  • Editora: Editora Moinhos
  • Vendedor: Bookwire Brazil Distribuicao LTDA.
  • Páginas impressas: 56 páginas
  • Idioma: Português
  • Requisitos: Para visualizar este livro, você deve ter um dispositivo iOS com iBooks 1.3.1 ou posterior e iOS 4.3.3 ou posterior, ou um Mac com iBooks 1.0 ou posterior e OS X 10.9 ou posterior.

Avaliações de clientes

Não recebemos avaliações suficientes para exibir uma média para este item.